Thiago Gagliasso é condenado pela Justiça por divulgar fake news

Por Br Hoje
5 de julho de 2022
Thiago Gagliasso e Bolsonaro

O ator Thiago Gagliasso, irmão de Bruno Gagliasso, foi condenado na Justiça por divulgar fake news. De acordo com informações do colunista Ancelmo Gois, de O Globo, ele terá que pagar R$ 10 mil a Adriana Santana de Araújo Rodrigues, mãe de Marlon Santana de Araújo, morto chacina do Jacarezinho, ocorrida maio do ano passado.

Ela processou Thiago por causa de uma publicação em que ele acusa Adriana de ser a mulher que aparece em uma foto na comunidade, segurando um fuzil. A própria polícia negou que fosse Adriana na imagem, que buscava criar uma narrativa de que os mortos na operação policial seriam todos criminosos, assim como suas famílias.

Apesar da condenação do ator, o advogado de Adriana reclamou da pena. “É praticamente um estímulo para continuar mentindo”, disse João Tancredo, que considerou o valor irrisório.

Na reportagem de Ancelmo Gois, Thiago Gagliasso aparece como o sétimo bolsonarista a ser condenado pelo mesmo crime, envolvendo Adriana. Os demais são o ex-senador Magno Malta; os deputados federais Capitão Alberto Neto (PL-AM) e Luis Miranda (Republicanos-DF); e os deputados estaduais Filippe Poubel (PL-RJ), Gil Diniz (PL–SP) e Delegada Sheila (PL-MG). Eles também teriam sido obrigados pela Justiça a indenizar Adriana pela divulgação do vídeo com as falsas fotos.

Candidatura

Thiago Gagliasso é apoiador de Bolsonaro e recentemente se filiou no PL. No ato de filiação, o mesmo, anunciou sua pré-candidatura a deputado estadual pelo Rio de Janeiro.

Últimas notícias