Exame oftalmológico pode prever risco de ataque cardíaco, diz estudo

Por Br Hoje
14 de junho de 2022
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

Na busca por maneiras menos invasivas e caras para descobrir quais são os pacientes que correm risco de sofrer com ataques cardíacos, pesquisadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia, descobriram que um exame oftalmológico pode mostrar, com precisão, quais indivíduos podem desenvolver problemas no coração.

O estudo, apresentado no congresso anual da Sociedade Europeia de Genética Humana, analisou dados sobre sexo, idade, pressão sanguínea e peso de 500 mil indivíduos e os comparou com o padrão de vasos sanguíneos na parte de trás do olho do paciente. O modelo foi mais eficiente em prever um ataque cardíaco do que os métodos usados atualmente.

“Já sabíamos que algumas variações na vascularização da retina podem nos oferecer segredos sobre a nossa saúde. Como o exame não é invasivo, decidimos investigar os benefícios para a saúde que poderíamos obter com essas imagens”, explica a pesquisadora Ana Villaplana-Velasco, a cientista à frente da pesquisa.

“Descobrimos que a dimensão fractal inferior – padrões simplificados de ramificação dos vasos – está relacionada à doença arterial coronariana e, portanto, ao infarto do miocárdio, comumente conhecido como ataque cardíaco“, completa.

Os cientistas esperam que os padrões dos vasos na retina também funcionem para determinar as chances de desenvolver diabetes, ou ter um AVC. A ideia é que o exame permita que os médicos façam intervenções precoces para evitar qualquer problema de saúde mais sério.