Família de brasileiro que morreu em Portugal faz vaquinha para pagar translado do corpo

Por Br Hoje
22 de dezembro de 2022
Foto Reprodução
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

O cearense Kaio Wendell Paiva Mota, 35, morava e trabalhava em Portugal há seis meses. Ele tinha planos de levar a esposa e os filhos para o país europeu em busca de mais qualidade de vida. No entanto, na segunda-feira, 19, a família de Kaio recebeu a notícia de que o homem sofreu um infarto e não resistiu. Arcar com os custos do translado do corpo é a nova luta dos parentes, que fazem vaquinha online para arrecadar o dinheiro do serviço.

De acordo com a viúva de Kaio, Diana Lima, trazer o corpo do marido para ser enterrado em Fortaleza custaria cerca de R$ 50 mil. “Tem muitas pessoas ajudando, é com isso que a gente conta. A gente está muito desesperado, porque foi muito difícil. Ele está muito longe da gente”, conta Diana. Caso o dinheiro arrecadado não seja suficiente para o translado, será usado para que Diana, a mãe de Kaio e a irmã viajem a Portugal para velar o corpo.

Kaio estava em casa quando sofreu o infarto. Segundo o amigo que dividia a residência em que moravam em Portugal, os dois estavam prestes a sair de casa quando o amigo foi ao banheiro.

A família recebe as doações por meio da chave Pix no nome de Diana: (85) 99432-8095.

Diana conta que falava com Kaio todos os dias. O cearense estava trabalhando como auxiliar técnico de instalação de internet, gostando do emprego, falando o tempo todo nos filhos e nos planos para o futuro.

“Na segunda era o primeiro dia de férias dele. Quando eu estava indo trabalhar, cheguei a falar com ele, dei o bom dia de todos os dias que a gente se falava. E no meu intervalo eu saí, minha mãe chega e me dá essa triste notícia”, relata Diana.

Fonte: O Povo

Últimas notícias