Mulher morre após receber contraste para exame, afirma família

Por Br Hoje
24 de dezembro de 2022
Bruna Nunes de Faria
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

A psicóloga Bruna Nunes de Faria, de 27 anos, que faria uma ressonância magnética do coração numa clínica de Goiânia, em Goiás, morreu após passar mal ao receber contraste para 0 exame, de acordo com a mãe da vítima, Jane Alves.

Conforme familiares da vítima, existe a suspeita de que Bruna tenha tido um choque anafilático, uma reação alérgica grave, durante a realização do exame. A morte foi registrada na Polícia Civil.

Segundo a prefeitura de Silvânia, cidade de Goiás, Bruna sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) há algumas semanas e fazia o exame para descobrir a causa.

Nas redes sociais, a prefeitura também lamentou a morte da psicóloga e decretou luto oficial no município por três dias. “É com profundo pesar que o Governo de Silvânia comunica a perda inesperada da nossa servidora. Lamentamos a perda e no solidarizamos com a família neste momento”, informa a nota.

Fonte: G1

Últimas notícias