Jean Paul Prates é confirmado na presidência da Petrobras

Por Br Hoje
30 de dezembro de 2022
Foto: WALDEMIR BARRETO/AGÊNCIA SENADO
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) vai presidir a Petrobras no governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. A confirmação foi anunciada por Prates nesta sexta-feira (30). O parlamentar era o principal cotado para assumir o comando da estatal e participou do grupo técnico de Minas e Energia da equipe de transição.

“Recebi hoje a missão de comandar a Petrobras pelos próximos anos. Muito me honra a escolha do presidente Lula, que coloca sobre mim a responsabilidade de conduzir uma empresa que é patrimônio de todos os brasileiros”, disse o senador.

Mesmo com o anúncio, a indicação não é automática, e Prates não deve assumir a presidência logo após a posse de Lula. Neste período, Prates afirmou que vai procurar o Conselho da empresa e se apresentar à sociedade em geral “para apresentar de forma detalhada nossos planos”.

A política de preço da Petrobras é um dos pontos sensíveis da empresa, na avaliação do senador. Durante os trabalhos na equipe de transição, ele afirmou que a metodologia é uma política de governo, e não de Estado. Por isso, há a expectativa de mudanças nos cálculos, de forma a reduzir o valor pago pelo consumidor nos produtos derivados do petróleo.

A Petrobras adota o modelo de PPI (preço de paridade internacional), o que faz com o que o preço da gasolina, do etanol e do diesel acompanhe a variação do valor do barril de petróleo no mercado internacional.

“Vejo a Petrobras como uma empresa que precisa olhar para o futuro e investir na transição energética para atender às necessidades do país, do planeta e da sociedade, além dos interesses de longo prazo de seus acionistas”, declarou Prates ao anunciar sua indicação.

A escolha foi confirmada por Lula pelas redes sociais.

 

Últimas notícias