PF abre inquérito para investigar homem que postou vídeo ameaçando Lula com arma

Por Br Hoje
30 de dezembro de 2022
Foto Reprodução
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

A Polícia Federal (PF) apreendeu a arma de pressão que aparece no vídeo no qual um homem ameaça matar o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante a cerimônia de posse. Um inquérito policial será instaurado para apurar os fatos.

A filmagem postada nos stories do WhatsApp, mostra um indivíduo segurando um suposto rifle, enquanto diz que Lula “começa a subir a rampa, mas não sei se termina”. A gravação viralizou nas redes sociais e foi encaminhada à Delegacia da Polícia Federal de Caruaru, em Pernambuco.

Enquanto a polícia tentava localizar o autor do vídeo, ele próprio compareceu de forma espontânea na delegacia com a mesma. A Polícia Federal, então, constatou que se tratava de uma arma de pressão por ação de ar comprimido (conhecida como espingarda de chumbinho).

O indivíduo disse que gravou o vídeo como uma brincadeira e alegou ter postado de forma não intencional. Disse também que suas ameaças não eram concretas nem verdadeiras.

Além da arma de pressão, ele também apresentou uma pistola de calibre 9 mm, que possui registro junto ao Exército Brasileiro na condição de Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC). Ambas as armas foram apreendidas e o suspeito poderá responder pelos delitos de ameaça e incitação ao crime.

O futuro ministro da Justiça, Flávio Dino, postou sobre a apreensão nas redes sociais.

Fonte: CNN

 

 

Últimas notícias