Ataque a tiros na Universidade da Virgínia deixa ao menos 3 mortos nos EUA

Por Br Hoje
14 de novembro de 2022
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

Um ataque a tiros no campus da Universidade da Virgínia, no sudoeste dos Estados Unidos, na noite do domingo (13) deixou ao menos três mortos e dois feridos.

O suspeito pelo ataque foi identificado pela polícia do campus como o estudante Christopher Darnell Jones, que é negro. No Twitter, o órgão afirmou que ele ainda está à solta -possivelmente, dirigindo um carro preto tipo SUV-, está armado e é perigoso.

Um email enviado a todos os alunos pelo vice-presidente da universidade recomendou que eles se protejam em locais seguros e obedeçam às instruções enquanto as buscas pelo suspeito prosseguem.

De acordo com a CNN, os dois feridos recebem assistência médica, e as aulas desta segunda-feira foram canceladas. As vítimas não foram identificadas, e não se sabe se elas frequentavam a instituição.

O ataque é o mais recente de uma onda de violência armada em faculdades e escolas americanas nos últimos anos –só este ano, houve episódios semelhante em St. Louis, no Missouri, e em Uvalde, cidade no sul do Texas que foi palco do pior massacre em uma instituição de ensino infantil nos EUA em quase uma década.

A violência tem alimentado o debate sobre restrições mais rígidas ao acesso a armas nos Estados Unidos, onde a Segunda Emenda da Constituição garante o direito de portá-las.

Relatório divulgado em maio pelo FBI, a polícia federal americana, mostra que o número de incidentes provocados por atiradores dobrou no país nos últimos três anos. O documento registra que, em 2018, foram contabilizadas 30 ações perpetradas por um ou mais indivíduos com a intenção de matar em áreas populosas. Em 2021, esse número chegou a 61.

Fonte: Folhapress

Últimas notícias