Nasa faz últimos testes para realizar voo com avião 100% elétrico

Por Br Hoje
13 de fevereiro de 2023
Avião elétrico/ Foto: Reprodução

A Nasa, agência espacial dos Estados Unidos, divulgou nas redes sociais que o avião 100% elétrico, modelo X-57 Maxwell, está próximo de fazer seu primeiro voo inaugural.

A agência espacial conseguiu concluir com sucesso o teste térmico de seus controladores de motor de cruzeiro, fundamental para que o avião possa voar, porque eles devem conseguir resistir a condições extremas de temperatura durante o voo.

O projeto foi adaptado a partir de uma aeronave italiana Tecnam P2006T, onde foi adicionado um sistema de propulsão elétrica com baterias de íon-lítio e mais 14 motores elétricos e hélices.

Segundo a Nasa, o teste também “valida o design, a operacionalidade e a qualidade de fabricação dos controladores”, sendo que estes são considerados “componentes críticos para fornecer energia ao motor elétrico experimental do X-57”

Os controladores foram testados em uma câmara no Centro de Pesquisa John H. Glenn da Nasa, em Cleveland, Ohio. Nestes locais os equipamentos do X-57 passaram por temperaturas que variavam de -23,9 graus Celsius a -99,3 graus Celsius.

Últimos ajustes nos sistemas

Após estes testes, a equipe do X-57 da Nasa vai trabalhar para combinar os sistemas do avião para garantir seu funcionamento em conjunto, que sob os olhos da agência espacial é considerado “um dos maiores desafios para uma aeronave, especialmente um avião X único”.

A Nasa ainda não definiu a data do voo inaugural do X-57 Maxwell.

Agora, a aeronave está na Califórnia, no Armstrong Flight Research Center no processo de revisão de prontidão de voo.

“É o próximo grande passo antes que os voos de pesquisa ocorram”, diz o site da Nasa.

Pilotos do X-57 usarão cockpit digital

Os pilotos da aeronave elétrica não vão ter uma janela convencional para realizar o voo.

A Nasa diz que eles devem utilizar uma tela de realidade aumentada 4K para que o voo possa ser conduzido com segurança.

Segundo a agência espacial, alguns helicópteros de resgate já fazem uso desta tecnologia para enfrentar o espaço aéreo com muito tráfego de aeronaves.

 

Últimas notícias