Cidades do Piauí são contempladas com instalação de miniusinas de energia solar

Por Br Hoje
23 de novembro de 2022
Foto Reprodução
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

A concessionária Rio Poti finalizou a implantação de quase 7 mil placas fotovoltaicas na cidade de Campo Maior. Com mais uma etapa entregue, a previsão de conclusão das obras estruturais e montagem eletromecânica é até o final de novembro e o empreendimento já estará pronto para operação comercial no próximo mês.

A PPP de Energias Limpas, contratada através da Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (SUPARC-PI), está implantando oito miniusinas de energia solar com capacidade de produção de cerca de 5Mw cada. Além de Campo Maior, as cidades de Altos, Barras, Coivaras, Esperantina e Valença também estão recebendo as miniusinas.

A PPP prevê mais de R$ 150 milhões em investimentos e uma redução mensal de 23% nos gastos do Estado com energia para abastecer os órgãos públicos, além de uma economia de mais de R$ 10 milhões por ano no custo com energia elétrica. O ganho ambiental também é significativo: a miniusina de Campo Maior vai reduzir a emissão de carbono na atmosfera em 500 toneladas por mês. O contrato da PPP tem duração de 25 anos.

Um dos pontos inovadores das miniusinas no Piauí é que elas utilizarão a tecnologia de tracker. Esse equipamento corrige a angulação dos painéis diversas vezes durante o dia para acompanhar o movimento do sol, fazendo com que a produção de energia seja maximizada, podendo ser até 30% maior.

As concessionárias da PPP também são parceiras nas ações do Núcleo de Formação e Pesquisa em Energias Renováveis do Piauí (NUFPERPI), projeto de responsabilidade social desenvolvido junto com a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), com o objetivo de contribuir com a formação profissional através de pesquisas e aplicação de conhecimento científico e tecnológico. Mais de 200 pessoas já foram beneficiadas em vários municípios do interior do Piauí e até outros estados como São Paulo e Mato Grosso.

Fonte: Ascom

Últimas notícias