Estudantes queimam cadeiras em protesto por reforma de escola em Teresina

Por Br Hoje
22 de novembro de 2022
Foto Reprodução
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

Estudantes interditaram a Rua Castelo do Piauí, no bairro Alto Alegre, Zona Norte de Teresina, na manhã desta terça-feira (22), em protesto pela reforma da unidade escolar Professor James Azevedo. Os alunos reclamam que o local está fechado e aguardam as obras há cerca de dois anos. As informações são da TV Clube.

Procurada, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informou que a reforma da escola está em fase de licitação, que os estudantes foram remanejados para a unidade escolar Petrônio Portela e seguem normalmente o ano letivo.

Os manifestantes queimaram pneus e carteiras durante o protesto. Eles também exibiram cartazes pedindo pela reforma da escola, que está abandonada há mais de dois anos.

Sobre estarem estudando em outra unidade, os pais dos estudantes e eles reclamam que a escola fica no bairro Poti Velho, muito distante para grande parte dos alunos, que moram no Alto Alegre.

“Muitos moram aqui perto. No início prometeram que teria ônibus, mas nunca teve e eles ficam se arriscando indo até outro bairro, mais expostos à insegurança”, disse uma mãe que preferiu não ser identificada.

Últimas notícias