Pedro Bazi pode se tornar primeiro santo de Teresina

Por Br Hoje
9 de fevereiro de 2022
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

A Igreja Católica abriu nesta terça-feira (8) o Tribunal Diocesano para beatificação e canonização do padre Pedro Balzi, durante missa na Catedral Nossa Senhora das Dores, no Centro da capital. Nessa fase do processo serão recolhidas provas formais e testemunhas que conviveram com o religioso, que pode se tornar o primeiro santo de Teresina.

O processo de beatificação e canonização foi aberto no dia 20 de fevereiro de 2020, quando Padre Pedro Balzi recebeu o título de Servo de Deus. Embora não seja natural de Teresina, o reconhecimento que pode culminar com a canonização do religioso nasce na capital, onde deixou como herança grande parte de sua obra e atuação pastoral.

Carlos Alberto Rodrigues, integrante da Associação Padre Pedro Balzi, autora da causa de beatificação, explicou que foram recolhidos vários testemunhos registrados no Brasil e na Itália.

“Foi feito um processo vasto de documentação pertinente ao padre. Faz parte do processo mais de 12 mil cópias, contendo documentos pessoais, histórico sobre a sua passagem na Itália como sacerdote, na Bolívia como sacerdote e missionário aqui no Brasil. Além de cartas enviadas e recebidos, tudo isso é importante para que a igreja possa analisar quem foi padre Pedro Balzi. Após essa análise, esses documentos serão enviados ao Vaticano, que vai analisar novamente, sem prazo para conclusão”, explicou.

Para o arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, Pedro Balzi foi um missionário de mão cheia e um homem de Deus que ainda hoje marca a história de Teresina, como já marcou da Bolívia e na Itália, onde os seus amigos continuam com sua obra de caridade.

“Como a Bíblia diz: a memória dos justos permanecerá para sempre. Então a memória dele está permanecendo nas ações das pessoas que ele ajudou. Por isso nós nos alegramos que sua memória permaneça e possa a igreja um dia colocá-lo como uma referência para alimentação dos cristãos”, declarou o arcebispo.

Além da Arquidiocese de Teresina, o trabalho envolve outras dioceses em que o Servo de Deus Padre Pedro Balzi nasceu e desenvolveu seu ministério pastoral: Lausanne (Suíça), Bérgamo e Chioggia (Itália), La Paz (Bolívia).

Quem foi o Padre Pedro Balzi?

Conhecido como “Construtor do Amor”, Padre Pedro Balzi nasceu na Suíça e aos 10 anos foi morar na Itália. Antes de vir ao Brasil atuou na Bolívia, onde construiu um grande hospital. No ano de 1987, a pedido do então Arcebispo Dom Miguel Fenelon Câmara, se instalou em Teresina, com a missão de cuidar dos hansenianos, onde em pouco tempo passou a dedicar-se também a uma vasta periferia na Zona Sul da capital.

Além do Centro para tratamento de pessoas com hanseníase (Centro Maria Imaculada, localizado na Zona Norte da cidade), construiu um complexo de escolas e assistência social, com sede na Vila da Paz (Zona Sul), e comunidades terapêuticas no Maranhão e Piauí, a Fazenda da Paz. Faleceu em outubro de 2009, aos 82 anos, sendo ainda pároco da Paróquia Santuário Nossa Senhora da Paz, onde foi enterrado.

Beatificação e Canonização

A primeira etapa em que o religioso vira Servo de Deus Pedro Balzi foi concluída em fevereiro de 2020, quando Pedro Balzi ganhou uma oração e a sua foto ficou em quadros espalhados em todas as paróquias da cidade.

No processo de beatificação, onde se demora mais, a Santa Sé vai avaliar toda a documentação que foi enviada e deve validar ou não um milagre realizado pelo padre com avaliação de vários médicos. Caso a ciência não explique, o milagre é validado.

Caso o milagre seja confirmado, vem o processo de canonização, que é quando um novo milagre venha acontece depois da beatificação e seja confirmado.

Oração de Pedro Balzi

Pai misericordioso, que fizestes de vosso servo, Padre Pedro Balzi, um Pároco zeloso e infundistes em seu coração um amor forte e criativo no cuidado pelos “mais necessitados”, dai-nos seguir o seu exemplo no caminho missionário da Igreja realizando cada dia a vossa vontade e oferecendo-nos alegremente pela paz e a salvação de todos.

Concedei-nos, por intercessão do Servo de Deus Pedro Balzi, a graça que agora imploramos: (…), na esperança de que a Igreja reconheça as suas virtudes e o associe ao número de vossos santos. Amém.

Fonte: G1 PI

Últimas notícias