Homem estuprou estudante após matá-la e fez fotos de vítima sangrando; conclui inquérito

Por Br Hoje
6 de fevereiro de 2023

O mestrando Thiago Mayson, 28 anos, praticou violência sexual contra a estudante Janaína Bezerra, 22 anos, depois que a jovem já havia falecido, conforme inquérito policial do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Piauí. O resultado foi divulgado nessa segunda (6). Ele ainda chegou a fazer fotos da vítima durante a violência, enquanto a jovem estava sangrando, segundo a delegada Nathália Figueiredo. As informações são do G1PI.

A delegada destacou que o crime foi cometido de forma bastante cruel, tanto do ponto de vista físico quanto psicológico. Ela contou que o inquérito foi encerrado com indiciamento de Thiago Mayson, pelo crime de homicídio duplamente qualificado por dolo eventual.

As duas qualificadoras foram o emprego de meio cruel (já que ela morreu provavelmente, conforme a polícia, em decorrência de uma asfixia em que teve o pescoço quebrado) e por feminicídio (considerando desprezo à condição de mulher da vítima).

A delegada destacou que outros dois crimes serão considerados, além do homicídio qualificado: estupro e vilipêndio de cadáver (pela violência após a morte da vítima).

O prazo para a conclusão da investigação encerrava nesta segunda-feira (6), mas o inquérito foi concluído no domingo (5). O coordenador do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Baretta, falou sobre a necessidade do encerramento dentro do prazo, que era de 10 dias.

“O prazo não pode ser prorrogado porque o suspeito está preso preventivamente. Se prorrogar, ele pode ser solto. A delegada passou o fim de semana trabalhando, acredito que recebendo os laudos de local de crime e cadavérico”, afirmou o delegado.

Janaína Bezerra foi assassinada em uma sala da universidade, durante uma calourada ocorrida entre a noite de sexta-feira, 27 de janeiro, e madrugada de sábado, 28. Investigação policial e laudo cadavérico apontaram que a jovem foi estuprada e teve o pescoço quebrado. Thiago Mayson da Silva Barbosa, de 28 anos, está preso suspeito do crime.

 

Últimas notícias