Homens mortos por enfermeira foram presos um dia antes do crime por lavagem de dinheiro em Parnaíba

Por Br Hoje
17 de fevereiro de 2023

Os dois homens assassinados a tiros dentro de uma caminhonente em Parnaíba, Litoral do Piauí, foram presos um dia antes do crime por lavagem de dinheiro. A enfermeira Isabelle Cristina Brandão foi presa suspeita do duplo homicídio.

Deoclécio Rodrigues Silva de Sousa, de 37 anos, e José de Maria Vieira Lira, de 57 anos, foram presos na noite de segunda-feira (13) com R$ 84 mil durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“Eles estavam com R$ 15.750,00 reais em espécie e mais R$ 68.800,00 reais em cheques. Foram autuados por lavagem de dinheiro e liberados em seguida”, informou o delegado Matheus Zanatta, superintendente de Operações Integradas da Secretaria de Segurança Pública do Piauí.

Na tarde de terça-feira (14), os dois homens foram encontrados mortos dentro de uma caminhonete em terreno baldio no bairro São Benedito, em Parnaíba. Um terceiro homem escapou do local com vida e deu entrada no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda).

Isabelle foi presa na quarta-feira (15) por equipes do Raio da Polícia Militar do Ceará, em Camocim, a cerca de 126 km de Parnaíba, na companhia da mãe. Com ela, os policiais apreenderam uma arma de fogo, que teria sido usada no crime e que pertence à mãe de Isabelle, policial penal.

Homicídios foram motivados por cobrança de dívida

Segundo o delegado Zanatta, o duplo homicídio foi motivado por cobrança de uma dívida de R$ 12 mil. Isabelle Cristina Brandão estava devendo dinheiro que havia pego emprestado de uma das vítimas.

“A suspeita e as vítimas tiveram uma discussão pela cobrança de uma dívida. Ela teria dado o carro de garantia, mas ao ser cobrada sacou a arma e atirou contra eles”, informou.

Conforme a polícia, no momento em que foi presa, a mulher teria confessado a autoria do duplo homicídio aos policiais. Contudo, Isabelle ficou em silêncio durante depoimento na delegacia.

Isabelle tem passagem pelo crime de apropriação indébita.

Fonte: G1 PI

 

 

 

Últimas notícias