Influencer é presa suspeita de matar e esquartejar mulher em Teresina

Por Br Hoje
8 de julho de 2024
Maria Clara e Silvana

A influencer Maria Clara Sousa Nunes Bezerra, conhecida nas redes sociais como Clarynha Sousa, de 25 anos, foi presa nesta segunda-feira (8) sob suspeita de ter planejado a execução e o esquartejamento de Silvana Rodrigues de Sousa. O corpo da vítima foi encontrado enterrado em 26 de junho em um matagal na Vila da Guia, zona Sudeste de Teresina.

Segundo a Polícia Civil, a suspeita foi presa na casa da mãe, na mesma área onde o corpo esquartejado da vítima foi encontrado. As investigações indicam que a mulher faz parte da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), e desempenha papel de disciplina (pessoa que define punições) no grupo criminoso.

Ainda de acordo com as investigações, provas concretas sobre o crime indicam que Maria Clara estaria com a vítima já morta, antes dela ser esquartejada.

A polícia afirma que o crime foi motivado por uma rivalidade entre facções. Os suspeitos acreditavam que Silvana era uma infiltrada de uma facção rival na região. A vítima foi enforcada e posteriormente esquartejada, colocada dentro de sacolas, como forma de castigo e para demonstrar poder da facção, além de ocultar o corpo.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), segue investigando o caso para definir se mais uma pessoa participou do assassinato.

CONFIRA A LINHA DO TEMPO DO CRIME:

DOMINGO (23):

  • Polícia descobriu restos mortais e encontrou dois facões na casa abandonada, na Vila da Guia;

SEGUNDA (24):

  • Polícia deu início a buscas na região da Vila da Guia para tentar localizar o corpo a quem pertencia os restos mortais;

TERÇA (25):

  • DHPP confirmou que Silvana de Sousa estava desaparecida na região e que os restos mortais poderiam ser dela;

QUARTA  (26):

  • Encontrado o corpo de Silvana de Sousa esquartejado dentro de uma sacola e enterrado em uma cova rasa, distante apenas 300 metros da casa abandonada.

QUINTA (27):

  • Confirmação que o crime foi praticado por mais de uma pessoa;
  •  Confirmação que facções criminosas estão envolvidas.

Últimas notícias