Jovem de 20 anos é assassinado a tiros no bairro Dirceu em Teresina

Por Br Hoje
23 de junho de 2022
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

Um jovem identificado como Eduardo Araújo, de 20 anos, foi assassinado a tiros na tarde dessa quinta-feira (23), no bairro Dirceu Arcoverde, na zona Sudeste de Teresina.

A vítima estava em uma bicicleta com uma jovem, quando dois homens em uma motocicleta realizaram disparos de arma de fogo.

Ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. A jovem que estava com ele não ficou ferida e acionou a polícia.

A perícia foi acionada e já está no local. Não se sabe a motivação para o crime.

De acordo o subtenente Osmar, do 8 BPM, a jovem relatou que estavam na rua, na quadra 77, quando foram abordados.

“O que ela relatou é que subiu na garupa da bicicleta, e estavam aqui na rua, já na esquina, quando dois homens em uma motocicleta fizeram disparos. Ele chegou a correr, mas caiu aqui e morreu”, afirmou.

Após o crime, a polícia foi acionada e a jovem foi até a casa de Eduardo chamar o pai da vítima. “O pai relatou apenas que não sabia se o filho tinha envolvimento com drogas ou com o crime,  pois ele trabalhava o dia todo, mas até onde sabia, o filho não tinha envolvimento com isso. Disse que ele sempre estava com essa jovem, que estava com ele, mas não soube explicar a relação deles”, destacou.

O delegado Danúbio Dias, do DHPP, informou que a vítima foi atingida com seis disparos de arma de fogo.

“Foram encontrados seis disparos no corpo da vítima, que foram em encontrados em vários espaços do corpo, crânio, membros superiores e inferiores, principalmente na região do tórax”, informou.

O celular da vítima foi atingido por um tiro e foi colhido para ajudar na investigação. Não há informações sobre a passagem da vítima por crimes.

“Essas informações a delegacia da área vai verificar, mas com base no que os familiares disseram, não, mas por se tratar de um crime com características de execução, é o papel da polícia verificar o motivo. Ninguém é assassinado no meio da rua por nada”, destacou.

Fonte: Cidade Verde

Últimas notícias