Modelo denúncia síndico por agressão em prédio de Teresina

Por Br Hoje
15 de janeiro de 2024
Foto: Reprodução/ Instagram - Mariana Lopes de Meneses

Uma estudante universitária foi agredida no rosto durante a madrugada deste domingo (14) e denunciou à Polícia que o autor da agressão foi o síndico do prédio onde mora. A imprensa tentou contato com o síndico, mas ele não foi localizado para comentar a denúncia.

A vítima foi Mariana Lopes de Meneses, de 24 anos. Segundo o companheiro de Mariana, Alexandre Vieira, os dois foram ao apartamento do síndico durante a madrugada, por volta das 3h30. A intenção era relatar que haviam sentido cheiro forte de gás de cozinha no apartamento acima do deles, e precisavam da autorização do síndico para fechar o encanamento.

Ao atender a porta, o síndico teria reclamado do horário em que foi acordado, e agrediu o casal com palavrões. Durante a briga, ele desferiu um soco no rosto de Mariana. O golpe causou um buraco na face da jovem. Depois, ele retornou para dentro do próprio apartamento.

O casal então desceu até a portaria do apartamento, e acionaram a Polícia Militar. Os policiais foram até o local, mas o síndico não foi encontrado.

Segundo o laudo do hospital particular de Teresina que atendeu Mariana, o golpe causou uma perfuração de 3 cm na face esquerda. Ela precisou passar por suturas. Mariana trabalha como modelo para salões de beleza e lojas de roupas.

Em vídeos nas redes sociais logo depois do crime, a jovem mostra o rosto coberto de sangue, e o furo na face esquerda, próximo à boca.

“Quando a gente chegou lá, ele me agrediu, me deu um murro na cara. Sendo que eu não falei nada que ferisse a honra dele ou os direitos dele. Eu fiquei quieta, calma”, diz Mariana em um dos vídeos gravados após a agressão.

Fonte: G1 PI

 

Últimas notícias