Mulher é presa suspeita de matar marido a facadas no Piauí

Por Br Hoje
15 de março de 2022
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

Uma mulher chamada Maria Edna Lima da Silva, de 27 anos, foi presa em flagrante suspeita de matar esfaqueado o marido, Wadson da Silveira Fontenele, de 28 anos, na noite de domingo (13), em Piracuruca, Norte do Piauí. Eles têm um filho de 2 meses. Ela já havia esfaqueado um ex-companheiro, de acordo com a polícia.

Segundo o delegado Abimael Silva, da delegacia de Piracuruca, o casal havia passado a tarde de domingo (13) bebendo junto com amigos em uma barragem na cidade. Até que começou uma discussão entre eles, e saíram do local brigados.

Horas mais tarde, Maria Edna pediu ajuda a amigos e vizinhos para que socorressem o marido, que estava ferido no peito com uma facada. Wadson foi levado para um hospital em Piracuruca e seria transferido para o Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, mas não resistiu e faleceu.

Maria Edna foi presa em flagrante pela Polícia Militar. Em depoimento à Polícia Civil, ela disse que teria sido agredida por Wadson e usou a faca para se defender. Durante a briga, segundo ela, Wadson teria caído sobre a faca, que o atingiu no peito.

Entretanto, segundo o delegado Abimael, a vítima tinha ferimentos nos braços característicos de defesa, que contrariam o depoimento da suspeita.

“Essa versão dela não bate com os ferimentos encontrados no corpo dele. Ele tinha cortes nos antebraços, em uma das mãos, e um corte em “x” no tórax, e não um ferimento só”, comentou o delegado Abimael.

Ele disse ainda que, segundo testemunhas, Maria Edna teria usado uma faca para ameaçar Wadson no passado. Os dois estavam juntos há cerca de um ano.

Além disso, ela teria, anos atrás, esfaqueado um ex-companheiro, com quem tem outros dois filhos.

A Polícia Civil deve ainda ouvir testemunhas e aguarda o resultado da perícia criminal feita no local do crime para concluir o inquérito.

Edna está presa desde o dia do crime. Nesta terça-feira (15) ela passa por audiência de custódia, que deve decidir se ela permanece presa ou se responde pelo crime em liberdade.

Fonte: G1

Últimas notícias