Policial civil é suspenso após usar viatura policial em casa de prostituição no Piauí

Por Br Hoje
2 de fevereiro de 2024

Um escrivão da Polícia Civil do Piauí (PC-PI), cuja identidade não foi revelada, foi suspenso por 60 dias devido ao uso inadequado de uma viatura para poder frequentar uma casa de prostituição, na cidade de Esperantina, localizada no norte do estado

Durante as investigações, a Comissão de Processo Administrativo chegou a ouvir sete testemunhas, incluindo os proprietários dos estabelecimentos de prostituição. Todos confirmaram que o escrivão costumava frequentar esses locais usando uma viatura policial caracterizada.

De acordo com os depoimentos, o escrivão teria ido diversas vezes com o veículo policial até a residência de uma das testemunhas, onde funciona um ponto de prostituição que foram mencionados no processo, inclusive para fazer refeições. O escrivão deixava o automóvel estacionado nas proximidades da casa e, em uma das ocasiões, outro policial teria ido até o local para poder realizar a troca da viatura.

A comissão chegou à conclusão de que o escrivão cometeu infrações disciplinares proibidas pelo Estatuto da Polícia Civil do Piauí, incluindo as práticas de atos que comprometam a função policial e a utilização indevida de viatura policial da repartição para poder ir para uma casa de prostituição.

A decisão destacou que todas as provas que foram reunidas demonstram que o escrivão infringiu as proibições funcionais, quando fez o uso da viatura de forma inapropriada, o que pode comprometer a imagem da Polícia Civil.

Fonte: Portal R10

Últimas notícias