Bolsonaro diz que Brasil concederá visto humanitário a ucranianos

Por Br Hoje
28 de fevereiro de 2022
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta segunda-feira (28/2), que o Brasil receberá ucranianos através de vistos humanitários. O mandatário disse que contatou o ministro das Relações Exteriores, Carlos França, para providenciar os trâmites necessários e acrescentou que a portaria interministerial deve ser publicada até esta terça-feira (1°/3).

“Vamos abrir a possibilidade de ucranianos virem ao Brasil através do visto humanitário”, afirmou Bolsonaro, em entrevista à Rádio Jovem Pan. O presidente destacou as dificuldades para as pessoas saírem do país, com espaço aéreo fechado, mas disse que o Brasil receberá ucranianos e familiares. “Serão bem recebidos”, declarou.

O Brasil possui uma grande colônia ucraniana, sobretudo no estado do Paraná. Estima-se que há cerca de 600 mil descendentes no país.

O mandatário iniciou a entrevista reafirmando a neutralidade diante do conflito no Leste Europeu para evitar problemas ao Brasil, citando novamente a questão dos fertilizantes. Bolsonaro citou que o encarregado de Negócios da Ucrânia no Brasil, Anatoliy Tkach, disse que ele estava “mal informado”, mas não o respondeu.

Na noite do domingo (27/2), Bolsonaro rechaçou qualquer sanção à Rússia e disse que o presidente russo, Vladimir Putin, não estava promovendo um massacre na Ucrânia.

O chefe de Estado brasileiro disse também que não tinha o que conversar com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky. Dias antes de iniciar o conflito, Bolsonaro realizou uma visita presidencial ao homólogo russo, Vladimir Putin.

Últimas notícias