Vereador do PT pode ser cassado após invadir igreja

Por Br Hoje
10 de fevereiro de 2022
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin
Share on reddit

O vereador do PT que liderou a invasão de uma igreja católica em Curitiba no último sábado (5) pode perder o mandato. A Câmara Municipal da cidade recebeu três representações contra o vereador Renato Freitas (PT) por quebra de decoro parlamentar.

No sábado, Freitas e um grupo de militantes de extrema-esquerda (PT, PCdoB) invadiram a igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, no centro histórico da cidade, e interromperam a missa aos gritos. A invasão foi classificada pelos militantes como um “protesto” pela morte do congolês Moïse Kabagambe em um quisque na Barra da Tijuca, RJ, na semana passada.

De acordo com o Artigo 208 do Código Penal Brasileiro, “impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso” é crime, que pode ser punido com detenção de um mês a um ano, ou multa.

A representações no Conselho de Ética da Câmara Municipal de Curitiba foram protocoladas pelos vereadores Eder Borges (PSD), Pier Petruzziello (PTB) e Pastor Marciano Alves (Republicanos).

Fonte: G1

 

Últimas notícias